Experiência NCD - Renan Tavares

Renan Tavares, estudante de Ciência da Computação na Ufes, entrou no NCD em Outubro de 2011, com 21 anos. Ele diz que se inscreveu no Processo Seletivo depois de ver um dos nossos cartazes colados no mural de avisos e ficou interessado pelo o cargo de monitor de TI. Após quatro anos trabalhando no Núcleo, Renan se despediu do NCD em Setembro desse ano.
 
Como monitor, suas funções eram ficar no laboratório do Núcleo dando assistência aos usuários e desenvolver outras atividades relacionadas à área. No começo, ele realizou tarefas relacionadas ao desenvolvimento, e mais tarde à infraestrutura. Apesar de suas atividades no NCD serem bem diferentes do conteúdo das matérias do seu curso, elas o motivaram a continuar no campo da computação. “Sair de toda a teoria que o curso te propõe e operar servidores foi algo realmente único” conta Renan. Sobre os horários de monitoria, ele diz que lidar com os usuários foi de extrema importância: “Tenho certeza que cada usuário me fez repensar acerca de muitos valores e contribuíram também com o meu crescimento pessoal e profissional durante esses quatro anos. Essa fase na monitoria foi extremamente importante também para que, daqui pra frente, eu possa tratar melhor os futuros clientes das próximas aventuras profissionais”.
 
Em julho de 2013, após quase dois anos como monitor, Renan teve a oportunidade de assumir os cargos de diretor de TI e coordenador de Infra. A partir daí passou a desempenhar tarefas de gerência e também a administrar os servidores e a rede do NCD. “Atuar como diretor me despertou o interesse na área de gestão, muito embora as tarefas de Infraestrutura normalmente consumissem a maior parte do meu tempo”. Apesar disso, ele diz que se sente orgulhoso das coisas que implementou e da diferença que proporcionou na gestão da equipe desde que assumiu o cargo. “Obviamente, contei com vários 'braços direitos' que são os coordenadores e diretores com os quais trabalhei”.

Renan conta, ainda, que coloca sua experiência no NCD como mais importante do que a graduação. Principalmente porque na área de TI, essas experiências que adquiriu contam muito mais que um diploma. “Gerenciar a equipe de TI é uma tarefa de árdua”, ele diz.